CUIABÁ

PANDEMIA

Cidade de MT registra aumento na procura por testes de covid-19

Publicado em

CIDADES

Diante do aumento da demanda por testes de Covid-19 na rede pública, ocasionada pelo crescimento no número de casos da doença em Rondonópolis verificado nas últimas semanas, a Secretaria Municipal de Saúde orienta a população sobre os procedimentos para a realização do teste e atendimentos.

Os testes de covid-19 estão disponíveis em todas as unidades básicas de saúde do município, porém para que seja realizado, o paciente deve apresentar sintomas há, pelo menos, três dias. Na rede SUS, os testes somente são feitos em usuários que tenham sintomas. Enquanto aguarda os três dias com sintomas para a realização do teste, é importante manter a hidratação, alimentação e repouso. Em caso de piora dos sintomas, o usuário deve procurar uma unidade de saúde para atendimento médico.

Conforme a Secretaria Municipal de Saúde, as orientações sobre a realização de teste somente para pessoas com três dias, no mínimo, de sintomas são seguidas por determinação do Ministério da Saúde.

A Secretaria de Saúde explica ainda que os usuários podem procurar a unidade mais próxima de sua casa para avaliação quando houver a presença de sintomas. Caso a pessoa tenha dúvidas sobre a realização de testes e sintomas, deve entrar em contato com sua agente comunitária de saúde, que irá fazer as orientações necessárias.

Leia Também:  Quase 50% precisaram ajustar orçamento para não perder plano de saúde

Por fim, a Secretaria de Saúde reforça que o acesso às unidades de saúde do município somente pode ser feito mediante o uso de máscara, que é obrigatório.

Até esta terça-feira (21), Rondonópolis já havia registrado desde o início da pandemia, 44.747 casos de Covid-19, sendo que 16 novos casos foram confirmados nas últimas 24 horas, e ainda pode haver casos da doença represados em função da atualização dos dados. Nesta terça-feira, a cidade contava com 145 pessoas com casos ativos da doença, entre pacientes internados e em isolamento domiciliar.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CIDADES

Prefeitura nega ação para retirada de ambulantes do centro e manda apurar o caso

Publicados

em

Após diversos vídeos viralizarem nas redes sociais mostrando vendedores ambulantes tendo suas mercadorias apreendidas nesta quarta-feira (28) na rua 13 de junho, no centro de Cuiabá, por meio de nota, o  secretário de Ordem Pública de Cuiabá, Leovaldo Sales disse que não determinou nenhum operação naquela região e que irá apurar o caso.

“Diante da situação, o secretário determinou uma apuração interna imediata para adotar as medidas administrativas cabíveis aos responsáveis”, diz trecho da nota.

Nas imagens é possível ver um veículo da prefeitura, juntamente com funcionários e policiais militares apreendendo as mercadorias e muitas pessoas que passam pelo local filmando.

Composto majoritariamente por haitianos e venezuelanos, os ambulantes costumam vender produtos diversos no centro da capital, desde meias, óculos de sol, bermudas, bijuterias, acessórios eletrônicos e etc.

Em março deste ano, a mesma Secretaria, também em conjunto com a polícia, realizou uma operação para retirada de vendedores da região central de Cuiabá.

Os vídeos podem ser conferidos aqui

Veja nota

Leia Também:  Quase 50% precisaram ajustar orçamento para não perder plano de saúde

Nota à Imprensa
O secretário de Ordem Pública de Cuiabá, Leovaldo Sales, esclarece que não determinou a realização de nenhuma operação de desobstrução das calçadas na região Central da Capital, nesta quarta-feira (29), que resultou em apreensões de mercadorias de vendedores ambulantes.

Diante da situação, o secretário determinou uma apuração interna imediata para adotar as medidas administrativas cabíveis aos responsáveis.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

MULHER

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA