CUIABÁ

EM CUIABÁ

Estudantes de escolas públicas visitam unidade recolhimento de materiais recicláveis da Fiemt

Publicado em

CIDADES

Cinquenta estudantes do 6º ano da Escola Municipal de Educação Básica (EMEB) e Escola Cívico Militar (ECIMC) Dejani Ribeiro Campos, de Cuiabá, estiveram na sede Federação das Indústrias de Mato Grosso (Sistema Fiemt) para conhecer o Ecoponto Lixo Zero Fiemt.

Na visita, realizada nesta terça-feira (21.06), os alunos participaram de palestras visando estimular a educação ambiental e aprenderam na prática como descartar os materiais recicláveis. Além disso, também receberam uma muda de árvore do Projeto Verde Novo, do Tribunal de Justiça, para o plantio consciente.

João Eduardo Fernandes, de 11 anos, entendeu que jogar lixo no chão traz grandes prejuízos para o meio ambiente. As lições aprendidas durante a visita, segundo ele, serão repassadas para toda a família. “Entendi que devemos manter a cidade limpa e que o plantio de árvore é importante”.

Para o professor Wesley Guimarães, a didática apresentada desperta a conscientização dos estudantes. “É necessário provocar esse despertar em temas relevantes como a educação ambiental”.

A coordenadora de Competividade e Sustentabilidade da Fiemt, Ribenildes Souza, explica que o Ecoponto Lixo Zero da instituição foi inaugurado em maio deste ano, mês de comemoração da indústria, com o intuito de aprimorar e consolidar as melhores práticas ambientais no Sistema Fiemt, além de estimular e conscientizar os funcionários e a comunidade em geral quanto a importância da separação e o descarte correto de resíduos sólidos. “Todo o material arrecadado é direcionado para entidades sociais que se beneficiam com a reciclagem”.

Leia Também:  Em novo recorde, MT registra 43 mortes por covid-19 em 3 dias

O projeto Ecoponto Lixo Zero é idealizado pela startup Teoria Verde e conta com o apoio do Sindicato da Indústria de Reciclagem do Estado de Mato Grosso (Sindirecicle) e demais entidades públicas e privadas.

Serviço

O Ecoponto Lixo Zero Fiemt está localizado no prédio da instituição, na Avenida Historiador Rubens de Mendonça, 4.193, em Cuiabá.

O espaço funciona como um ponto de coleta de resíduos recicláveis que tem como objetivo diminuir os impactos negativos ao meio ambiente e estimular a educação ambiental. Ele está aberto à população de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.

Dentre os ítens que poderão ser descartados no ponto de coleta estão óleo de cozinha, papéis, jornais, revistas, caixas, papelões, eletroeletrônicos, tampas, potes de alimentos, garrafas de água, sacos plásticos em geral, peças de brinquedos, latas de alumínio, PVC, tubos, canos, molduras de quadros, copos e embalagens.

Clique aqui e saiba o que você pode entregar no Ecoponto do Sistema Fiemt

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CIDADES

Prefeitura nega ação para retirada de ambulantes do centro e manda apurar o caso

Publicados

em

Após diversos vídeos viralizarem nas redes sociais mostrando vendedores ambulantes tendo suas mercadorias apreendidas nesta quarta-feira (28) na rua 13 de junho, no centro de Cuiabá, por meio de nota, o  secretário de Ordem Pública de Cuiabá, Leovaldo Sales disse que não determinou nenhum operação naquela região e que irá apurar o caso.

“Diante da situação, o secretário determinou uma apuração interna imediata para adotar as medidas administrativas cabíveis aos responsáveis”, diz trecho da nota.

Nas imagens é possível ver um veículo da prefeitura, juntamente com funcionários e policiais militares apreendendo as mercadorias e muitas pessoas que passam pelo local filmando.

Composto majoritariamente por haitianos e venezuelanos, os ambulantes costumam vender produtos diversos no centro da capital, desde meias, óculos de sol, bermudas, bijuterias, acessórios eletrônicos e etc.

Em março deste ano, a mesma Secretaria, também em conjunto com a polícia, realizou uma operação para retirada de vendedores da região central de Cuiabá.

Os vídeos podem ser conferidos aqui

Veja nota

Leia Também:  Vila Cuiabana terá estrutura definitiva e segura; obra será entregue este ano

Nota à Imprensa
O secretário de Ordem Pública de Cuiabá, Leovaldo Sales, esclarece que não determinou a realização de nenhuma operação de desobstrução das calçadas na região Central da Capital, nesta quarta-feira (29), que resultou em apreensões de mercadorias de vendedores ambulantes.

Diante da situação, o secretário determinou uma apuração interna imediata para adotar as medidas administrativas cabíveis aos responsáveis.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

MULHER

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA