CUIABÁ

ACIDENTE NA BR-163

Mãe e filho morrem em acidente; perito diz que ônibus invadiu pista contrária

Publicado em

CIDADES

Reprodução

Um acidente trágico envolvendo um ônibus de viagem e uma carreta foi registrado na manhã desta terça-feira (17), e resultou na morte de 11 pessoas no km 799, na BR 163, em Vera (420 km de Cuiabá). A rodovia foi totalmente liberada por volta das 16h42.

Leia: Número de mortos sobe para 11 em acidente entre ônibus e carreta na BR-163; vídeo

As primeiras vítimas identificadas são Sidinei Oliveira Cardoso, de 48 anos, e seu filho, Carlos André, de apenas 11 anos. Sidinei era professora e esteve em Cuiabá nesta segunda-feira (16) participando da paralisação mobilizada pelo Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep).

Sidinei era professora de Língua Portuguesa, na Escola Estadual Edeli Montovani, em Sinop. Ela e o filho retornavam a Sinop quando a tragédia aconteceu.

De acordo com informações, ônibus saiu de Cuiabá por volta das 22h de ontem e seguia destino a Sinop (490 km de Cuiabá).

Além dos 11 mortos, 33 pessoas foram encaminhadas aos hospitais de Sorriso e Sinop. Entre os feridos estão quatro crianças, de 2, 4, 7 e 9 anos.

Leia Também:  Estado indenizará paciente que quase ficou cega na "Caravana da Transformação"

Ainda não foram revelados os nomes das demais vítimas.

Segundo informações preliminares levantadas pela Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), o ônibus teria invadido a pista contrária colidindo, com a carreta que seguia sentido oposto na rodovia administrada pela Rota Oeste.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CIDADES

Prefeitura nega ação para retirada de ambulantes do centro e manda apurar o caso

Publicados

em

Após diversos vídeos viralizarem nas redes sociais mostrando vendedores ambulantes tendo suas mercadorias apreendidas nesta quarta-feira (28) na rua 13 de junho, no centro de Cuiabá, por meio de nota, o  secretário de Ordem Pública de Cuiabá, Leovaldo Sales disse que não determinou nenhum operação naquela região e que irá apurar o caso.

“Diante da situação, o secretário determinou uma apuração interna imediata para adotar as medidas administrativas cabíveis aos responsáveis”, diz trecho da nota.

Nas imagens é possível ver um veículo da prefeitura, juntamente com funcionários e policiais militares apreendendo as mercadorias e muitas pessoas que passam pelo local filmando.

Composto majoritariamente por haitianos e venezuelanos, os ambulantes costumam vender produtos diversos no centro da capital, desde meias, óculos de sol, bermudas, bijuterias, acessórios eletrônicos e etc.

Em março deste ano, a mesma Secretaria, também em conjunto com a polícia, realizou uma operação para retirada de vendedores da região central de Cuiabá.

Os vídeos podem ser conferidos aqui

Veja nota

Leia Também:  Mauro diz que Educação fez sair da roça para ser governador e ressalta que ensino em MT oferecerá oportunidades

Nota à Imprensa
O secretário de Ordem Pública de Cuiabá, Leovaldo Sales, esclarece que não determinou a realização de nenhuma operação de desobstrução das calçadas na região Central da Capital, nesta quarta-feira (29), que resultou em apreensões de mercadorias de vendedores ambulantes.

Diante da situação, o secretário determinou uma apuração interna imediata para adotar as medidas administrativas cabíveis aos responsáveis.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

MULHER

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA