CUIABÁ

ELEIÇÕES

União Brasil oficializa candidatura de Mauro Mendes à reeleição

Publicado em

POLÍTICA

Durante convenção partidária realizada na noite de sexta-feira (5), o União Brasil oficializou a candidatura à reeleição do governador Mauro Mendes para o pleito de outubro deste ano.

“Eu quero continuar como governador porque eu tenho certeza que nós vamos contribuir mais para Mato Grosso. Então colocamos Mato Grosso no rumo  correto e agora é hora de acelerar”, disse.

O ato político ocorreu no Ginásio Dom Aquino com participação de milhares de pessoas.  Na ocasião também foi oficializado o apoio e a coligação ao Senado com Welligton Fagundes que trás como primeiro suplente Mauro Carvalho (UB) e na segunda suplência

 

Nos últimos meses, Mauro Mendes declarou publicamente que estava em um processo de construção de candidatura, o que significava ouvir partidos aliados e, principalmente, a família.

No entanto, Mendes foi surpreendido com a internação da esposa, a primeira-dama Vírgina Mendes, em decorrência de câncer de pele e no pâncreas, no começo do mês de junho. No entanto, após tratamento em São Paulo, Virginia Mendes informou em suas redes sociais que está plenamente recuperada.

Leia Também:  Mais de 300 mil pessoas já foram vacinadas contra a Covid em Cuiabá; Pinheiro comemora

 

Em 2008, Mauro disputou as eleições municipais de Cuiabá, candidato ao cargo de prefeito, e não conseguiu ser eleito. Em 2010, também disputou a eleição para o governo do Estado e perdeu novamente a disputa. Eleito em 2012, venceu o pleito em segundo turno com 169.688 votos (54,65%).[1] Durante o mandato, a administração do prefeito foi aprovada por aproximadamente 80% da população cuiabana, sendo considerado um dos melhores prefeitos da capital. Segundo a pesquisa realizada pelo Instituto Gazeta Dados, a gestão obteve diversos avanços, como a entrega do Hospital São Benedito; da UTI pediátrica; do Centro de Distribuição de Medicamentos; cinco escolas; 16 creches (reformando outras 12); parques como o Tia Nair e Parque das Águas; a Orla do Porto; e a realização do programa de asfaltamento e recapeamento do município, cobrindo uma área de 500km.[8]

No início de 2018, Mauro deixou o PSB e ingressou no Democratas como pré-candidato ao governo do Estado ou Senado Federal. No mesmo ano, elegeu-se governador de Mato Grosso pelo primeiro turno das eleições, com 58,7% dos votos, vencendo o tucano Pedro Taques que tentava a reeleição e terminou em terceiro lugar.[11][12][13]

Leia Também:  Deputada debate políticas públicas de combate à violência doméstica

Governador de Mato Grosso

No dia 1 de janeiro de 2019 assumiu como Governador de Mato Grosso, declarando no discurso de posse que os grandes inimigos do estado seriam “desigualdade social” e “péssima qualidade dos serviços públicos”, ressaltando a situação fiscal precária do estado, também criticando a dita “velha política” que afirmou que a população brasileira estava cansada e indicou a eleição de Jair Bolsonaro a presidência como sendo uma prova disso.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA

Márcia Pinheiro discursa oficialmente como candidata e apresenta vice

Publicados

em

A primeira-dama Márcia Pinheiro (PV) foi oficializada como candidata ao governo pelo grupo de esquerda e também pela Federação Brasil da Esperança (PT, PV e PCdoB).

Em seu primeiro discurso oficial como candidata, Márcia falou sobre

 

Na ocasião ela apresentou     como vice em seu projeto rumo ao Paiaguás.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Pivetta sai em defesa de Mendes e diz 'ele não precisa apoiar ninguém ao Senado'
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

MULHER

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA